EntrevistaHistóriaNacionalPodCastPolítica

Escândalo abala República

Renato Dias

Nem ministros de Estado que despachavam com frequência na sala de Jair Messias Bolsonaro escaparam da espionagem ilegal da Abin paralela. Nos anos de 2019 a 2022.

É o que mostra lista preliminar de aparelhos de celular feita pela Polícia Federal e vazada para a Band Tv. Os nomes correspondem aos respectivos números divulgados.

Abraham Weintraub

Abraham Weintraub teria sido monitorado. Além de Anderson Torres. Assim como o general do Exército Brasileiro Carlos Alberto Santos Cruz. Flávia Arruda foi bisbilhotada.

Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro: Abin paralela

Até o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, teve os seus passos seguidos. A então líder do Governo Federal, Joyce Hasselmann, caiu na “malha fina.”

Alexandre Frota: Abin paralela

Ator pornô, ex da atriz global Cláudia Raia, o deputado federal à época Alexandre Frota constituiu-se em alvo da polícia política clandestina do Governo Federal passado.

Kim Kataguiri

Impulsionador de atos políticos pelo golpe de Estado pós-moderno que destituiu Dilma Rousseff, em 2016, Kim Kataguiri, líder do sórdido MBL, aparece na extensa relação.

Jair Krishke [RS], presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos
Márcio Santilli [DF], filósofo
aulo Winícius[GO], historiador

A promotora de Justiça do MP [RJ], Simone Sibilio do Nascimento, que investigava as execuções da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes era vigiada.

A Abin paralela acompanhava ainda os movimentos de Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes, ministros do Supremo Tribunal Federal [STF], diz a PF.

Alexandre de Moraes

Ele elegeu-se, em 2018, na dobradinha Bolso – Dória, e acabou sob a mira do aliado. É João Dória [PSDB], governador de São Paulo. Eles grampearam Camilo Santana [PT].

João Dória
João Dória

Monitorados pela Abin paralela

✓ Ministros de Estado

_ Anderson Torres [Justiça] 

_ Abraham Weintraub [Educação]

_ Carlos Alberto Santos Cruz [Governo]

_ Flávia Arruda [Casa Civil]

✓ Deputados federais

_ Kim Kataguiri [DEM-PODE-UB-SP]

_ Alexandre Frota [Patriota-PSL-PSDB-SP]

_ Joyce Hasselmann [PSL-PSDB-SP], líder do Governo Federal 

_ Rodrigo Maia [UB-RJ], presidente da Câmara dos Deputados 

✓ Governadores de Estado

_ Camilo Santana [PT-CE]

_ João Dória [PSDB-SP]

✓ Supremo Tribunal Federal

_ Alexandre de Moraes

_ Gilmar Mendes

_ Luís Roberto Barroso

✓ Senadores da República

_ Otto Alencar [PSD-BA]

_ Randolfe Rodrigues [Rede-AP]

_ Rogério Carvalho [PT-SE]

_ Omar Aziz [PSD-AM]

_ Humberto Costa [PT-PE]

_ Renan Calheiros [MDB-AL]

_ Simone Tebet [MDB-MS]

_ Soraya Trhonicke [Podemos-MS]

_ Alessandro Vieira [MDB-SE]

✓ Promotora de Justiça

_ Simone Sibilio do Nascimento [RJ]

*Caso Marielle Franco e Anderson Gomes*

Para entender a engrenagem

Infográfico _ O Globo

Renato Dias

Renato Dias, 56 anos, é graduado em Jornalismo, formado em Ciências Sociais, com pós-graduação em Políticas Públicas, mestre em Direito e Relações Internacionais, aluno extraordinário do Doutorado em Psicologia Social, estudante do Curso de Psicanálise do Centro de Estudos Psicanalíticos do Estado de Goiás, ministrado pelo médico psiquiatra e psicanalista Daniel Emídio de Souza. É autor de 20 livros-reportagem, oito documentários, ganhou 20 prêmios e é torcedor apaixonado do maior do Centro-Oeste, o Vila Nova Futebol Clube. Casado com Meirilane Dias, é pai de Juliana Dias, jornalista; Daniel Dias, economista; e Maria Rosa Dias, estudante antifascista, socialista e trotskista. 

Avatar photo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *