Home»Política»Renato Dias ganha prêmios latino-americanos

Renato Dias ganha prêmios latino-americanos

3
Shares
Pinterest Google+

A entrega será dia 9, 20h, OAB [RS], Porto Alegre

Com quatro livros-reportagem

Eles que amavam tanto a revolução e a Caixa – Box Tempos Sombrios 

Da Redação

O jornalista Renato Dias, de Goiânia, capital do Estado de Goiás, ganhou o 39° Prêmio Latino-Americano de Jornalismo e Direitos Humanos. Com o 1° lugar na categoria Grande Reportagem. Trata-se de livro de suporte impresso. Com a obra recém – lançada, 1968 –  Eles que amavam tanto a revolução [2022]. O autor obteve também Menção Honrosa pela Caixa – Box Tempos Sombrios. Ela contém três títulos inéditos: Os Facínoras também morrem; Cadáveres Insepultos e Feridas Abertas na América Latina. De três premiações da categoria, o profissional de comunicação faturou dois.

Pesquisador da ditadura civil e militar no Brasil, luta armada e da Justiça de Transição Tardia 

Graduado em Jornalismo pela UniAlfa, formado no curso de Ciências Sociais na Universidade Federal de Goiás [UFG], ele é um especialista em Políticas Públicas [UFG], mestre em Direito e Relações Internacionais, na Pontifícia Universidade Católica de Goiás [PUC-GO], além de aluno extraordinário do curso de doutorado em Psicologia Social [PUC – Goiás]. Com participação em sete documentários que abordam a ditadura civil e militar no Brasil, a luta armada e a Justiça de Transição Tardia e Incompleta no País. Mais de 20 prêmios obtidos. Na América Latina, no Brasil, em Goiás e em Goiânia.

Ato na sede da Ordem dos Advogados do Brasil [OAB]

A solenidade de entrega das premiações ocorrerá no próximo dia 9 de dezembro de 2022, sexta-feira, às 20h, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. O Prêmio de Jornalismo e Direitos Humanos é organizado desde 1984, sem interrupção, pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos [MJDH], com atuação na América Latina e Europa, presidido por Jair Krischke. A Ordem dos Advogados do Brasil, a União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação Regional Latino-Americana, a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul, a Caixa de Assistência dos Advogados[RS]

2022: 74 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU

Paris, Londres, Praga, Berlim, Cidade do México, New York, Buenos Aires, Santiago, Rio, São Paulo, Brasília, Goiânia 

Eles que amavam tanto a revolução faz uma viagem ao ano de 1968. O escritor esteve depois in loco em Paris, Praga, Berlim, Londres, New York, Cidade do México, Buenos Aires, Montevidéu, Santiago, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e vasculhou Goiânia. Documentos explosivos, imagens antológicas, entrevistas especiais com Marcelo Ridenti, Luiz Groppo, Lincoln Secco, Osvaldo Cogiolla, o polonês Markus Sokol, Lenine Bueno, Pedro Tierra, José Dirceu, Jean-Marc von Der Weid, Athos Magno Costa e Silva, Fausto Jaime, Euler Ivo Vieira.

Para adquirir as obras: whatsapp 62_9_8125_6779 e renatodias67@gmail.com

Já a “Caixa _ Box Tempos Sombrios” traz as histórias dos desaparecidos políticos em “Cadáveres Insepultos”. Golpes de Estado civis e militares no Brasil, República Dominicana, Uruguai, Chile, Argentina, Bolívia em “Feridas Abertas na América Latina”. “Facínoras também morrem”, obituarios do cabo José Anselmo dos Santos, Major Curió, general Newton Cruz. O design gráfico e editorial moderno é assinado por Eric Damasceno Kaji, de raro talento. As obras podem ser adquiridas por Whatsapp 62-9-8125-6779 ou por e-mail renatodias67@gmail.com

A lista dos premiados

Clique no link e abra-o

 

A lista dos premiados

Previous post

Guerra do agro contra humanidade

Next post

Renato Dias e os trotskismos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *