Home»Política»Sérgio Lucas aponta escândalo: bilionário

Sérgio Lucas aponta escândalo: bilionário

0
Shares
Pinterest Google+

Nas eleições de 2 de outubro, domingo

Renato Dias 

Fundo eleitoral de R$ 5 bilhões, Orçamento Secreto, Emenda Parlamentar. Mais: Fundo Partidário, Estrutura de Gabinete, livre acesso à mídia comercial liquidaram com a isonomia de condições, dilapidaram a frágil democracia representativa e devem reeleger um percentual alto da atual legislatura do Congresso Nacional, no Brasil. A análise, ácida, é do advogado eleitoral Sérgio Borges Lucas.

A composição do atual Congresso Nacional é espúria

Sérgio Borges Lucas 

Congresso Nacional , em Brasília [DF], com a Câmara dos Deputados e o Senado da República
A atual legislação eleitoral, aprovada na Casa de Leis, com a anuência do Tribunal Superior Eleitoral, irá distorcer a vontade popular, acredita. O operador do Direito não vê, hoje, mecanismos para a revogação do eleito em 2 de outubro de 2022, domingo, que promover uma traição política ao eleitor dos 5.700 municípios, 26 Estados e do Distrito Federal [DF], unidades da Federação.

O caminho seria a aprovação do voto revisável

Sérgio Borges Lucas 

Adepto das ideias da Escola Austríaca de Economia, que propõe elevada redução do tamanho do Estado, Sérgio Borges Lucas é ex-vice-presidente do Progressistas, o PP, ex-diretor da Agetop e ex-diretor da AGR. Conservador, ele insiste no lema Deus, Pátria e Família. Um torcedor apaixonado do Vila Nova Futebol Clube, maior do Centro-Oeste do Brasil, além do Fluminense [RJ].

A torcida do Vila Nova Futebol Clube
Previous post

Gustavo Sebba lidera pesquisa

Next post

Marconi ganha direito de resposta

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *