Home»Cidade»Lágrimas para Manoel de Oliveira

Lágrimas para Manoel de Oliveira

0
Shares
Pinterest Google+

A bola chora

Lágrimas para Manoel de Oliveira

Radialista, jornalista, comentarista esportivo, ex – deputado estadual morre aos 80 anos

Não há previsão para o julgamento dos acusados, suspeitos, da execução de seu filho, Valério Luiz

  

Renato Dias

Aos 80 anos de idade, o jornalista, radialista, comentarista esportivo da Tv e do rádio Manoel de Oliveira morreu, neste sábado, 13 de fevereiro de 2021, de câncer. Sem elucidar e testemunhar o eventual julgamento dos acusados de executarem o seu filho, Valério Luiz. Um cronista do futebol. Em Goiás. A  sangue frio. O assassinato ocorreu no dia 5 de julho de 2012. Em Goiânia. Em frente ao veículo de comunicação social em que trabalhava. Crime sem castigo

Valério Luiz
Valério Luiz

Perfil histórico

Nascido em Pires do Rio, um dos 246 municípios do Estado, em 1941, ele exerceu ainda, após obter, nas urnas, anos de 1986 e 2014, votações populares expressivas, dois mandatos de de­pu­tado estadual. No Palácio Alfredo Nasser. A sede do poder legislativo estadual. Inquilino da Casa Verde, Ronaldo Caiado, Democratas, lamentou a sua morte. Com pesar, diz a nota oficial. Ex – governador por quatro mandatos, o tucano Marconi Perillo conta ter perdido um amigo.

Ronaldo Caiado
Ronaldo Caiado

_ Que Deus dê à família de Manoel de Oliveira paz e conforto.

 

É o que postou no www.twitter.com o presidente do Vila Nova Futebol Clube, major da Ro­tam, Polícia Militar – Goiás, Hugo Jorge Bravo. Empreendedor, ele foi o maior empregador e revela­dor de talentos da mídia esportiva do Centro-Oeste do Brasil, resume Luiz Gama, da Fonte Tv e do Brazil Urgente. Triste, registra Dante Keller, TBC. Um homem multifacetado, polêmico, divertido e briguento, recorda – se Marcus Vinicius de Faria Felipe, ex – presidente da Agecom.

Marconi Perillo

_ Triste. Trágico. O Brasil lamenta a morte do seu maior jornalista, radialista e comentarista esportivo. Um amante do futebol. Da comunicação.

Lamento

A análise é do ex-presidente do Instituto Municipal de Assistência aos Servidores [IMAS] e da Agência de Turismo e Lazer [Agetul], dois órgãos do primeiro escalão da Prefeitura de Goiânia, o advogado graduado na UCG, atual Pontifícia Universidade Católica de Goiás [PUC-GO], Sebastião Peixoto [DEM], suplente de vereador.  O operador do Direito, hoje com 75 anos de idade, acompanhou milhares de jornadas esportivas comandadas por Manoel de Oliveira.

Sebastiao Peixoto

_ Em suas cinco décadas de carreira profissional. [De Manoel de Oliveira]

Previous post

Vila Nova dá voltas olímpicas

Next post

Nem esquecimento ou perdão

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *