João Vitor
Cidade

João Vitor protagoniza vídeo do Unicef

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência 

O influenciador digital João Vitor de Paiva Bittencourt protagoniza vídeo do Unicef para marcar a passagem do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, neste domingo, 3 de dezembro. O fundo postou a peça nas redes sociais. A data foi definida pela ONU para que todos os países membros comemorem o dia, gerando conscientização, compromisso e ações que promovam os direitos das pessoas com deficiência.JV de Paiva, como é conhecido, participa do vídeo ao lado de Cacai Bauer, primeira influenciadora digital com síndrome de Down no planeta, Fernanda Machado (síndrome de Down), Ivan Baron (paralisia cerebral), Raquel Nery (autismo) e Tato Amorim (cadeirante),  todos eles ativistas da causa e criadores de conteúdos de defesa da inclusão, contra o capacitismo e o preconceito.

O estudante goiano de Educação Física (PUC-GO) é primeiro conselheiro jovem do Unicef com a síndrome de down. Tem mais de 278 mil seguidores do Instagram e 213 mil no Tik Tok. No vídeo, eles falam da importância da data e defendem a inclusão social e os direitos das pessoas com deficiência. Criticam ainda o capacitismo e o preconceito. “Hoje é 03/12, vocês sabem o que esta data representa?! Exatamente, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. A data foi criada pela ONU, lá em 1992, e tem o papel de nos fazer refletir em prol da causa”, abre João Vitor.  Cacai Bauer continua: “E eu, como a primeira influenciadora com síndrome de Down do mundo, estou aqui para dizer que nada sobre nós, sem nós. É importante estarmos na internet para compartilhar sobre esta data”.

Na sequência, Ivan Baron acrescenta: “Ser um influenciador da inclusão diz muito sobre isso. Estou nas mídias sociais para reafirmar minha capacidade todos os dias. Ser uma pessoa com deficiência não nos impede de sermos protagonistas de nossa própria história”. Fernanda é a próxima: “Falando em história, eu amo histórias. Por isso também resolvi me tornar escritora. E como escritora, escrevo minha própria história”. Raquel prossegue: “A data de hoje nos dá ainda mais visibilidade. Sou autista, superdotada, curso medicina e sei que nossa presença nas redes sociais é de extrema relevância. Imaginem se hoje só tivéssemos pessoas típicas falando sobre o assunto?”. Tato conclui: “Não faria sentido, né?! Eu e essa turma de peso que apareceu anteriormente somos os protagonistas de nossa própria história. Uma data que representa resistência precisa ser lembrada”. Para finalizar o vídeo, cada um fala um pequeno trecho da frase “A minha deficiência não me define”.

Renato Dias

Renato Dias, 56 anos, é graduado em Jornalismo, formado em Ciências Sociais, com pós-graduação em Políticas Públicas, mestre em Direito e Relações Internacionais, aluno extraordinário do Doutorado em Psicologia Social, estudante do Curso de Psicanálise do Centro de Estudos Psicanalíticos do Estado de Goiás, ministrado pelo médico psiquiatra e psicanalista Daniel Emídio de Souza. É autor de 20 livros-reportagem, oito documentários, ganhou 20 prêmios e é torcedor apaixonado do maior do Centro-Oeste, o Vila Nova Futebol Clube. Casado com Meirilane Dias, é pai de Juliana Dias, jornalista; Daniel Dias, economista; e Maria Rosa Dias, estudante antifascista, socialista e trotskista. 

Avatar photo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *