Home»Arte»Nove poemas do ‘inventivo’ Helverton Correntina Baiano

Nove poemas do ‘inventivo’ Helverton Correntina Baiano

0
Shares
Pinterest Google+

Arte & Letras

 

Nove poemas do inventivo

Helverton Correntina Baiano

 

Aldravias de fato!

 

O

Gol

Tanto

Alegra

Como

Entristece

 

Gol

 

Olhar

Tirou os óculos e saiu para ver o mundo.

 

 

Por fim

A guilhotina desceu e eu nunca mais tive dor de cabeça.

Guilhotina 

 

 

Poemas de vida fácil

Tenho 60 anos de vida capiau

Daqui não saio

Nem matando a pau

 

Poema

 

 

Poema de vida fácil

Ser poliglota é um desejo.

Mas só entendo outra língua

Quando beijo

 

 

Beijo

 

Calma _ Tudo o que preciso

Calma _ Tudo que faço

Palma _ Quando bate a

Alma _   O seu compasso

 

 

 

Comeu o cão e,

Mesmo se arrependendo,

O diabo o amassou.

 

 

 

Vou abrir minha caixa prego

Pra ver se subsiste

De verdade muito do que eu nego.

 

 

Era teatro para maiores.

Com muita cena imprópria

que o espetáculo foi tachado de obcênico.

Espetáculo

 

Previous post

‘Bolsonaro é um mix de Hitler e Mussolini’

Next post

224 mortes já por covid-19 em Jataí

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *