Home»Cinema»Catalão: baixarias, ataques vis, torpes 

Catalão: baixarias, ataques vis, torpes 

2
Shares
Pinterest Google+
Catalão

Alô, TRE, TSE, MP, PGR eleitoral!

Eleições de 2 de outubro de 2022

Renato Dias 

Um festival de baixarias, ataques torpes e acusações vis marcam, hoje, a pré-campanha eleitoral no município de Catalão. Município com quase 120 mil habitantes. Fake News ameaçam a legislação eleitoral e a lisura do processo democrático em 2022.

Pesquisa divulgada pela Tv Gazeta, com a participação do advogado especialista em Direito Eleitoral e analista do cenário político, mostra o deputado estadual Gustavo Sebba [PSDB] líder isolado na disputa à Assembleia Legislativa.

Gustavo Sebba
Gustavo Sebba

Os resultados do levantamento estatístico elevaram o tom dos adversários contra a reeleição de Gustavo Sebba e ao médico, ex-presidente da Assembleia, ex-deputado estadual por quatro mandatos consecutivos ex-prefeito de Catalão governador interino em dois episódios históricos Jardel Sebba.

Médico Jardel Sebba
Médico Jardel Sebba

Gustavo Sebba aparece, hoje, com 21% das intenções de votos. Nas eleições de 2018 ele obteve 14%. A campanha eleitoral nem começou. O líder tucano possui capilaridade em mais 60 municípios. Os que ficaram em sua frente nas urnas passadas no PSDB estão fora do páreo para o ano de 2022.

Tucano, símbolo do PSDB

Desastre administrativo. Assim pode ser classificada a atual administração da Prefeitura Municipal de Catalão. A saúde na UTI, um caos na Educação, a desativação dos programas sociais, a não concessão de direitos aos servidores públicos. O nome de Jardel Sebba é ventilado. Para 2024.

2024

Na agenda

de Catalão

Um tsunami de notícias falsas, montagens, república de grampos ilegais, vigilância e monitoramento de adversários no município de Catalão exigem intervenções urgentes do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, TSE, Ministério Público Estadual [GO] e ainda Procuradoria da República Eleitoral.

Ministério Público
Previous post

Isaura: retomar mandato nas urnas

Next post

O que pensa Wolmir Amado?

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *