Home»Nacional»Reflexões de uma 68

Reflexões de uma 68

0
Shares
Pinterest Google+

Betty Almeida

Segundo meu filho, procurador federal, das correntes dos Estados Unidos que passaram a agir sem coordenação desde a época de Barack Obama, ou seja, a CIA, a Casa Branca e o Pentágono, a CIA é que instruiu a execução do golpe, segundo o seu manual. Os golpistas executaram a primeira parte, com as manifestações. A segunda parte deveria continuar, com mais manifestações, até a conflagração armada e sangrenta, que iria servir de pretexto para a intervenção estrangeira na guerra de verdade que se instalaria.

Casa Branca – EUA

Os militares então seriam obrigados a entrar na guerra e em vez de só ficar matando comunistas, teriam que morrer pela pátria. Como não estão a fim, não entraram na roubada. Pepe Escobar explicou tudo muito bem, à luz da geopolítica. A intervenção do governo Lula, correta e bem organizada, fez com que o golpe fosse efetivamente abortado.

Forças Armadas no Brasil

Outro ponto a considerar é o papel do agronegócio. Uma parte dele, pró-estadunidense, é favorável ao golpe e à submissão aos Estados Unidos. Outra parte, mais forte, que faz negócios com a China, apoiou Lula e não quer ficar sob a tutela do tio Sam. O apoio dessa corrente foi decisivo para a vitória de Lula, diga-se.

Agronegócio

Adiciono uma reflexão minha: quem se lança na ação política tem que ter compromisso e estar pronto a assumir consequências de sua ação, sejam quais forem essas consequências. Aos parentes e amigos de militares, aos playboys e patricinhas, assim como aos solitários,  depressivos, aos desempregados, aos desocupados e até aos sem domicílio, recrutados para as manifestações, bloqueios de estradas, acampamentos, distúrbios, invasões e depredações de prédios públicos, evidentemente essa consciência faltou – aliás, nem podia estar presente. A maior parte dessa massa é de desordeiros sem causa. As depredações possivelmente nem estavam previstas na escala em que aconteceram.

Datafolha: terrorismo de evangélicos, militares, adeptos de Jair Bolsonaro rejeitado

Com a evasão do capitão para os EUA e o recuo dos generais, a adesão ao chamado golpista estará agora esvaziada. A cadeia, mesmo breve e leve, permitirá aos patriotários refletir sobre seus objetivos e ações. Os pequenos e médios empresários serão afligidos por sanções econômicas (multas e falta de financiamento governamental). Os grandes, se alcançados, terão prejuízos ainda maiores.

O medo da derrocada e da prisão

Mas não nos enganemos. O governo Lula não pode relaxar nem abrir a guarda. O preço da liberdade é a eterna vigilância. Cadeia para todos os golpistas, de alto a baixo. Limpeza nas forças armadas e na administração pública. E não vamos esquecer: a sustentação do governo Lula está no povo nas ruas. Agora é o momento – principalmente com os patriotários enfraquecidos e desestimulados a fazer provocações – de voltar para as ruas e defender a República e a democracia.

O Brasil sobe a rampa
Previous post

Versos de Cléo Pereira

Next post

8 de janeiro de 2023 não acabou

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *